domingo, 8 de agosto de 2010

Meu amado pai...

Pai...

Eu estava pensando em como te parabenizar neste dia.


Olhei algumas mensagens que pudessem refletir o sentimento de amor pela sua pessoa, e de gratidão pela vida.
Mas nenhuma delas podia expressar o que só o meu coração pode te dizer.
Dizem que pai não é só aquele que da a vida, mas aquele que cuida, que está presente que participa.


Enquanto pensava nisto, refletia como as situações da vida nos privaram de momentos importantes.
Senti muito sua falta.
Eu sei que talvez por uma miopia da vida, um desejo de oferecer-me um futuro melhor.


Enquanto preparava-me para escrever esta mensagem, eu busquei uma referencia, e me lembrei do filho prodigo.
Mas aqui, os papeis se invertem, é você pai, quem voltou...
Foi você pai que foi conquistar o mundo, e a vida lhe foi cruel.


Hoje eu sei que apesar de tudo seu amor por mim jamais foi abalado.
Hoje eu sei que seu coração sempre esteve aqui.
Eu sei pai, porque hoje eu também sou pai.


Por isso meu coração te recebeu de braços abertos.
O passado ficou no passado. Hoje temos motivos para celebrar.
Me ponho como seu filho amado, e te recebo no papel de meu pai, com anel no dedo, que é a autoridade a qual me submeto.


E com festa meu amado pai, pois meu pai prodigo voltou.


Te amo pai.