segunda-feira, 28 de outubro de 2013



Estava vendo um estudo sobre o HIV, como é terrível esse vírus pois para enganar o organismo ele entra na célula se reproduz e quando sai dela carrega suas características se camuflando impedindo assim de ser reconhecido pelos anticorpos, finalmente fica no corpo como se fosse do corpo e destrói o sistema de defesa imunológico deixando o corpo vulnerável a outras doenças, assim uma simples gripe pode matar a pessoa.

Fazendo uma analogia; não são assim também o joio no meio do trigo, ou o lobos com pele de ovelhas, se falsificando como se fossem do corpo, tomam a aparência introduzindo-se no meio, adquirindo as mesmas características, o que impede que sejam combatidos pois o corpo muita das vezes o identifica como se fosse do corpo, os membros o vêem como membro, ele se parece conosco, mas suas obras são más, então finalmente disseminam, exalam, transmitem aquilo que lhes é próprio, a divisão, o engano, a falsidade, a morte, contaminando as demais células, como bem disse Jesus, um pouco de fermento leveda toda a massa.

Como o joio que não pode ser arrancado para não prejudicar o trigo, tal é o vírus na igreja visível, sendo combatido e regulado com coquetéis para impedir sua proliferação, mas ficando ali, incubado, escondido, camuflado.

Uma verdadeiro vírus no meio da igreja visível, porque na invisível, o corpo de Cristo, ele não pode entrar. Gloria a Deus.
Examine-se, não deixe que seja uma célula que se contamine.
E se porventura você é desses, que sabe que tem agido assim, o sangue de Jesus é poderoso para não ser contaminado e para transforma-lo de vírus em uma verdadeira célula do corpo de Cristo.

Deus te abençoe.
Pr. Jeanhderson Martes

Nenhum comentário:

Postar um comentário